Entre em Contato
Instagram
Facebook
Download Folder
VOLTAR
BLOG
Frio e sub-4h em Paris

A Maratona de Paris começou, no último domingo, com um frio pior do que o esperado e sensação térmica entre zero e um grau – mas que não chegou a atrapalhar. A temperatura logo começou a subir e André Barrence, que corria sua primeira prova de 42km, estava animado com suas parciais, quilômetro a quilômetro. “Eu ia em um pace até melhor do que o programado”, ele conta.

Mas quem já correu uma maratona sabe bem: a prova de fogo vem por volta do km 30, e com André não foi diferente. “No quilômetro 28 o cansaço me pegou. Eu vinha de duas semanas de uma gripe bem forte, com viagens a trabalho, e achei que não ia dar. Entre o 28 e o 34, entrei num buraco negro do qual eu achei que não conseguiria sair. Foi um desânimo imenso.”

Quando achou que teria de parar de vez, André respirou fundo e lembrou de todos os treinos até ali. “No meio daquela multidão, naquelas ruas lindas de Paris, correndo no meio de parques e chateaus, eu me lembrei de por que estava ali, fazendo tanta força, me desafiando ao extremo. Foi muito bacana eu me dar conta do tanto de prazer que aquilo me proporcionava, que não corro por obrigação. Respirei fundo e consegui milagrosamente me recuperar, física e em especial mentalmente, para terminar a prova bem e na minha meta principal, com um tempo sub-4h. Fiquei bem feliz.”

Para André, “quebrar” até quase ter de parar e ter sido capaz de se recuperar é resultado também de seu cuidadoso ciclo de treinamento. “Este cuidado começou em 2017, quando fiz meu primeiro 70.3 [ele fez o meio Ironman de triathlon de Majorca e, no ano passado, mais um em Alagoas] e procurei o Doc [o médico do esporte Gustavo Magliocca] para chegar na prova mais forte e sem lesões. Eu já tinha os dois joelhos operados, então não queria arriscar”, ele conta. “Depois disso, comecei fisioterapia com o Marcelo Simplicio, fiz reeducação funcional com o Fábio Bessa e tive o acompanhamento da Patricia Vidal na preparação física.” Quando definiu que correria a maratona, André procurou também um nutricionista esportivo. “O Humberto Nicastro (da unidade Ibirapuera) ajustou minha alimentação para eu chegar mais forte na prova”, ele diz. “Tenho certeza de que esta turma toda tem suas impressões digitais nesta minha medalha.”

Artigos Relacionados
UNIDADE BOA VIAGEM
Rua Amazonas, 211 Academia Unic Boa Viagem - Recife
Telefone: (81) 3326-3661
Horário de funcionamento:
7h às 20h e sábado 8h às 12h

UNIDADE IBIRAPUERA
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4615 - Jardins - São Paulo
Telefone: (11) 3050-5570
Horário de funcionamento:
6h às 22h e sábado: 7h às 13h
(11) 98958-9872
UNIDADE IPANEMA
Rua Prudente de Moraes, 1.788 Ipanema - Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3875-0812
Horário de funcionamento:
6h às 22h e sábado 7h às 13h
(21) 99974-2387
UNIDADE ITAIM
Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 341
Telefone: (11) 3050-5571
Horário de funcionamento:
6h às 22h e sábado de 7h às 13h
(11) 94309-8377
UNIDADE PIRACICABA
Av. Torquato da Silva Leitão, 393 São Dimas - Piracicaba
Telefone: (19) 3375-2400
Horário de funcionamento:
7h às 20h e sábado 7h às 13h
(19) 99666-2400
UNIDADE PORTO ALEGRE
Rua Dona Laura, 570 Rio Branco - Porto Alegre/RS
Telefone: (51) 2103-9576
Horário de funcionamento:
7h às 20h e sábado 7h às 13h
(51) 99245-3163

PLANOS

- Club Member
A Care Club é uma Clínica de Medicina Esportiva que possui um conceito único e inovador, desenvolvido para proporcionar qualidade de vida aos pacientes.
Cadastre seu e-mail em nosso newsletter